segunda-feira, 4 de julho de 2011




"Não é preciso agendar, entrar em fila, contar com a sorte, acordar cedo para pegar senha: a possibilidade de recomeço está disponível o tempo todo, na maior parte dos casos. Não tem mistério, ela vem embrulhada com o papel bonito de cada instante novo, essa página em branco que olha pra gente sem ter a mínima ideia do que escolheremos escrever nas suas linhas.
 
O que é preciso mesmo é coragem para abrir o presente."

2 comentários:

Paty Mota disse...

Que nunca me falte a coragem de abrir meus presentes todos os dias, e que eles sempre me tragam grandes surpresas.


Lindo dia Negaaa!!!!!!!!!!!!

Beijokas

Corrinha Rodrigues disse...

Que NUNCA nos falte! :D