sexta-feira, 6 de maio de 2011




Guarda-me como á menina do olho, esconda-me
á sombra das tuas asas.

Nenhum comentário: