quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Jogos Emocionais...



Você conhece os jogos emocionais?
Fez ou faz uso dessas práticas nas suas relações?

Grande parte das pessoas andam usando esses jogos em suas relações e conquistas amorosas. 

Jogos emocionais viraram para algumas pessoas a brincadeira predileta, do tipo : esconde - esconde ( eu sumo e você sai para procurar), ou pega- pega (estou sempre correndo quando você chega perto). E a mulherada sai atrás dos homens desesperadas, ele sumiu. Ele fugiu de mim.
Claro que tem homens que são vitimas também desse processo.

O que eu acho de tudo isso?
Li essa matéria no site  Superela da colunista Marcela Oliveira  e me identifiquei.

Não sei mais como me relacionar no meio de tanto desinteresse
Eu não sei me relacionar nos moldes de hoje. Eu não sei. Não sei tolerar desinteresse. Você conversa com a pessoa. A pessoa faz charminho e demora a responder. Então vem aquela questão: ou você manda outra mensagem em outro momento e corre o risco de ser taxada de chata ou desesperada, ou sei lá mais o que só pelo fato de se mostrar interessada. Ou então você desencana, e deixa a criatura te chamar quando quiser. Mas aí se corre o risco de ser taxada de fria! Como assim???
Eu não sei jogar esse jogo de quem pode mais. Quem corre mais atrás. Quem demonstra menos interesse. Esse jogo ridículo de egos inflados e de pessoas vazias que parecem viver para provar algo para alguém o tempo todo.

Eu não preciso provar para ninguém o quanto eu sou legal
O quanto eu sou interessante. Porque eu sou alguém que gosta de conversar, sou super bem-humorada, não pego no pé de ninguém, não gosto de ser inconveniente, não faço o tipo ciumenta psicopata e não tento prender ninguém. Tenho minha própria vida e sou do tipo incentivadora. Mas eu não preciso emitir um atestado de “pessoa legal” para o mundo saber das minhas qualidades. Não. Quem quiser conhecer minhas qualidades que trate de se aproximar de mim.
Se eu estou interessada em me relacionar e conhecer uma pessoa, e essa pessoa faz esse joguinho cansativo de desinteresse comigo, eu automaticamente perco o interesse.

Foi pensando nessas relações plásticas de hoje em dia que afirmo: eu não sei me relacionar nos moldes de hoje. E esse é exatamente o tipo de coisa que não quero nem aprender. Um salve às pessoas que ainda sabem se relacionar!

15 comentários:

Liliane de Paula disse...

Não conheço.
Acho que nem tenho mais idade para me preocupar com isso. Acho. Será?

Cidália Ferreira disse...

Muito bem! Adorei :-)

Beijinhos

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida Bell!
Sim, tudo verdade mas podemos pedir a Deus discernimento pra sabermos o que nos convém e Ele nos dará algo que seja de acordo com nossa maneira de ser...
Seja feliz e abençoada!
Bjm de paz e bem

Janaína Santos disse...

Gostei do post achei bem interessante.
Beijos
Jana Makes Esmaltes e Cia
Instagram
Facebook

Sérgio Santos disse...

Achei interessante, Bell. Bjsss

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Gostei e não conhecia.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Debora disse...

Olá Bell tudo bem???


Não conhecia esses jogos, achei bem interessante...




Beijinhos;
Débora.
https://derbymotta.blogspot.pt/

Pathy Guarnieri disse...

Estou nessa também. Não sei me relacionar com esses tipos de pessoas e nem quero. xD

Beijo!
Cores do Vício

Lucinalva disse...

Olá Bell
Não conhecia esse jogo. Saber se relacionar é uma arte. Bjs querida.

Fernanda Lucena disse...

Oi Bell
Dia desses falando com uma amiga eu disse que se um dia eu ficasse solteira, acho que n saberia me relacionar. Pq as coisas mudaram mt, eu mudei mt e sei o que qro hj, principalmente SEI O QUE NÃO QUERO mais ainda.
Mesmo num relacionamento, no meu caso o casamento, às vezes acontecem 'jogos' que n são interessantes e dão um baque daqueles em nossas estruturas...eu só acho q devemos sempre nos colocar no lugar do outro, pena q nem sempre os outros pensam assim tb!

Bjooos
muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

Lucimar da Silva Moreira disse...

Bell não conhecia esse jogo mas achei ele bastante interessante ele, Bell bjs.
http://www.lucimarmoreira.com/

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Ola bela Bell!
Uma publicação bem interessante.
Vou reler e volto a comentar
com mais calma.
Bjins
CatiahoAlc.

Ana Freire disse...

E esses jogos emocionais... se propagam nas redes sociais, de uma forma impressionante! Já tenho lido a respeito, visto alguns programas de televisão sobre o assunto... e já senti tal, em algumas pessoas... que afastei do blogue, devo confessar...
Um post, bem interessante, Bell! Adorei!
Beijinhos! Bom fim de semana!
Ana

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Bell.
Tive de concordar do início ao fim, pois me identifiquei e muito.
Já passei experiência assim, tanto de sofrer indiferença, quanto provocar.
É muito ruim. Os elos da corrente vão sendo derretidos e você só se dá conta quando a mesma cai ao chão.
Amei.
Repleto de significados.
Também não sei viver assim, impera a frieza.
Tenha um excelente final de semana.
Beijos na alma.

Genilda Maria da Silva disse...

Passei para lhe deixar um abraço e desejar que a Primavera venha com um colorido de alegria para sua vida e que em cada flor dessa bela Estação venha com aroma de felicidade. Bjuss, tenha um lindo Domingo.